.

.

PAGINAS ESSENCIAIS DE ASSUNTOS INÉDITOS.

ESTAS MATÉRIAS ESTÃO COMPARTILHADAS COM ESTAS PAGINAS: http://www.recantodasletras.com.br/autores/edvaldobmelo http://teologia-divina.vilabol.uol.com.br// http://twitter.com/#%21/relator_edvaldo SOBRE POLÍTICA E OUTROS ASSUNTOS ACESSE www.buique-buicano.blogspot.com.br/
facebook.com/edvaldo.b.demelo

LIVRO: ...venha a nós o teu reino...

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

A GRANDE MENTIRA DA HUMANIDADE

                

Como referencia humana de SADABI, e por inspiração do mesmo, digo:

A história da humanidade, na pré-história, que se compreende até Cristo, e na historia, se conhece depois de Cristo. Nesses períodos, há relatos de historiadores que divulgaram outras historias, com o mesmo sentido, mas, com outros personagens. Como é contado neste vídeo que se intitula, “a grande mentira da humanidade”, nela o relator menciona plágio, por as historias mencionadas por ele em outros tempos terem acontecido no mesmo sentido como na historia de Jesus, porem, com personagens diferentes.
No entanto, quando fui analisar nos meus estudos por dentro da ciência metafisica, vejo que é a mesma historia, mas, vivida pelos mesmos espíritos com as encarnações sucessivas, não vou conta-las com detalhes, mas, apenas, me referindo a síntese dos acontecidos do mesmo sentido em épocas diferentes.
Portanto, desde a reforma do planeta Capela, onde as historias foram vividas pela humanidade, lá naquele orbe se constituiu durante todo tempo do crescimento do planeta as mesmas historias no mesmo sentido, das que se passaram aqui na Terra, e com os mesmos espíritos, até que houve a última reforma, e esses mesmos espíritos vieram pra Terra no processo de imigração. E esses mesmos espíritos quanto aqui chegaram se encarnaram na raça mãe que já se encontrava vivendo aqui, em um processo animalizado morando em cavernas, nus, e ainda não sabiam falar, só grunhiam, com estas encarnações foram vivenciando os mesmo costumes, as mesmas crenças, (dos que vivenciaram em Capela). E aqui tiraram seus pais das cavernas, procurando fazer as casas nos mesmos modelos, mesmo não se lembrando da convivência lá em Capela, mas, por meios de intuição sempre procurando um mártir para sacrificá-lo, como aconteceu lá em Capela.
(Assim, se processa a historia da humanidade no caminhar dos planetas por todo o universo).
Foi neste tempo que o nosso Criador criou o casal Adão e Eva, e assim começa a história Adâmica o primeiro paraíso no planeta Terra. Foi aí, que entra na historia um personagem, este, a história o denomina como a serpente, um deus adorado no tempo do povo Maia. Se tornando a fonte criadora de todo mal. Este deus, ao sair de Capela os seus moradores aliviaram-se da inspiração maligna. Esta serpente ao ser expulsa de Capela, e ao chegar aqui continuou inspirando os seres humanos até que por meio dela, um Jesus foi sacrificado, e ainda hoje ela permanece dando inspiração aos humanos que a salvação só pode ser pelo sangue derramado de um ser humano.
         Estamos no limiar de um novo tempo, isto é; quando este deus/serpente for expulso desse planeta e enviado para Júpiter, onde iniciará o seu reinado de maldade junto com todos aqueles que não aceitarem as determinações do ETERNO.
        
A GRANDE VERDADE:

Na Fazenda Porto Seguro, berço de uma nova civilização, onde foi implantada a pedra fundamental do reinado de DEUS, e criado por inspiração as regras de DEUS, através dos documentos/revelações, e quando DEUS, restaurou o paraíso Adâmico, através de um documento/revelação, esta serpente/deus, infiltrou-se no meio do povo dando inspirações malignas, lembro-me que Sadabi ao terminar um documento/revelação, depois que li três vezes para ELE, disse-me – está bom, vá guarda-lo; e no outro dia, ele manda me chamar, e diz – va buscar aquele documento, ele manda-me ler, e depois diz, – preciso retirar essas palavras, eu indaguei – porque Meu Rei? E ELE, me diz, - fui atormentado a noite por um espírito. (ELE, não me disse qual espírito, hoje é que fui sabedor que o tal espírito era o deus/serpente); foi aí que me falou da conversa, - este espírito insistiu comigo por toda noite, que EU deveria retirar do documento as tais palavras. (não me recordo agora, das tais palavras). Na insistência do espírito, e ELE sem ceder; o tal espírito diz, - pergunte ao seu chefe, e Meu rei diz, - Meu chefe é DEUS, - pois, pergunte a ELE, diante dessa insistência, Meu Rei perguntou a DEUS, e ELE respondeu, - retire, pois, se não, ele faz um sacrifico aqui. E eu lhe perguntei, - como assim, DEUS não pode interferir? E ELE respondeu, - DEUS não abusa do poder que tem para interferir no poder dos outros, isto só quando ELE entender de usar da sua vontade, aí sim ELE usará do seu poder para criar seu reinado com um novo sistema, e sua nova vontade.
Depois, Meu Rei, me explicou a questão do sacrifício, dizendo-me, o nosso povo ainda não está consciente de suas ações, e este espírito vai inspirara-los, e todos vão acreditar que foi DEUS que mandou fazer um sacrifício em mim. (E teriam feitos, se DEUS não tivesse interferido).
         Veja esse caso interessante que aconteceu comigo, nesta semana, por isto resolvi escrever sobre este assunto. Estávamos conversando nesse mesmo sentido com uns (amigos), todos de espíritos que estiveram participando em outras vidas, querendo sempre sacrificar alguém.
          Pois bem, sabe o que um deles me propôs? Que eles deveriam me sacrificar para que, só assim eles poderiam dar credibilidade no que divulgo. E eu disse, se vocês querem fazer isto eu vou logo correndo, procure outro, aí um deles disse: você não daria sua vida para salvar seu filho? Eu disse não, neste caso de salvação em que vocês estão falando, não; agora, em caso de doença temos a medicina e eu ia procurar os médicos para salva-lo, e ia trabalhar dentro da ciência metafisica para cura-lo.  
Portanto amigos, o mistério é muito grande; e deve ser esclarecido só quando ficar neste planeta aqueles que derem credibilidade nas determinações do ETERNO, e aqueles que não acreditarem deve ser retirado do planeta Terra; juntos com todos os seus deuses que foram criados por esta humanidade...
D relator Edvaldo.